Descubra o quanto sua operação está deixando de economizar todos os meses através da calculadora do Prolog.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Como fazer um plano de manutenção

Na gestão de frotas é fundamental conhecer os tipos de manutenção para saber criar os planos de manutenção mais eficientes. Entenda mais sobre o assunto!
Planos de manutenção para conservar os veículos da frota.

Os planos de manutenção são essenciais para manter os veículos da frota funcionando em boas condições. 

Caminhões com seus cuidados em dia evitam problemas de atraso na entrega e riscos de acidentes também são reduzidos.

Por isso, possuir uma gestão focada em manutenção preventiva pode ser a melhor opção, principalmente porque esperar que a falha aconteça para aplicar uma correção gera custos mais altos.

Antes de escolher a melhor forma de conservar a frota, pense no tamanho da sua empresa, o número de veículos que possui e suas diferentes características, caso possua. Serão informações cruciais para criar planos de manutenção mais eficientes.

Mas, primeiro de tudo, é preciso identificar os tipos de manutenção de frota.

Nesse post, confira:

Quais são os tipos de manutenção da frota?

Você pode encontrar algumas explicações mais aprofundadas sobre o que são as manutenções corretiva, preventiva e preditiva, mas, basicamente, você pode entendê-las como:

Manutenção preventiva

O objetivo dela é prevenir as falhas e quebras, sempre realizando pequenas tarefas e ajustes. 

KIT
Cheklist: Modelos + Manual

Comece a aplicar o checklist agora em sua operação

Eu concordo com os Termos de Uso e aceito receber conteúdo educacional e promocional relacionado com os produtos e serviços da PrologApp.

O responsável por criar um calendário de manutenção da frota é o gestor de frota ou gestor de manutenção. 

Para isto, você deve analisar as informações coletadas pelo motorista durante as rotinas de viagem e histórico de manutenções. Criando, a partir dessas observações, a agenda de revisões.

Manutenção corretiva

Essa manutenção trata o veículo que já apresenta uma falha, sendo a manutenção de maior custo à operação. Isto tanto pela necessidade de reposição de peças, quanto pela mão-de-obra, mais trabalhosa que a inspeção.

As consequências de negligenciar a prevenção e focar na correção são veículos que quebram com mais frequência, ficando um longo período indisponível, entregas atrasadas e maiores riscos de acidentes.

Manutenção preditiva

Também busca encontrar falhas de maneira antecipada através do controle de desempenho e condições do veículo. Mas, aqui, você utiliza itens tecnológicos para coletar informações dos caminhões. 

Como o ultrassom, câmeras termográficas e sensores de vibração.

São instrumentos mais caros, porém, ao longo prazo, é um investimento que auxilia na prevenção de problemas veiculares na frota e gera mais economia.

Como criar planos de manutenção?

Reunindo todas as informações necessárias

Para isto, é preciso conhecer todos os caminhões da frota e seus dados: marca, modelo, ano, ano de compra, quilometragem rodada, consertos anteriores e histórico de manutenções.

Vale lembrar que, quando descrevemos esses planos de manutenção, estamos nos referindo ao modelo mais acessível e essencial: o de prevenção.

Algumas informações que podem fazer a diferença nos seus planejamentos incluem, por exemplo, quantas vezes uma mesma peça apresenta problemas, quantas vezes o veículo parou de funcionar nas estradas, quais peças mais estragam, etc.

Igualmente, por meio deles, você consegue analisar com que frequência foi necessário levar o caminhão para manutenção e definir uma periodicidade com maior precisão.

Levantando custos e fazendo orçamentos

Antes mesmo de iniciar com a inspeção dos veículos, você pode começar a levantar possíveis custos com avarias e gerar orçamentos para entender os custos médios de alguns serviços e compra de peças.

Até porque você precisa planejar o estoque de peças e ativos da frota também, então é um passo que auxilia neste todo da operação.

Você também precisa saber quanto custa para ter uma equipe de mecânicos disponível na frota ou uma parceria com alguma oficina, a fim de agilizar as manutenções necessárias e já estipular os valores mensais previstos.

Nesse momento, pode-se já analisar as possíveis soluções de checklist para utilizar na frota.

Definindo os checklists de inspeção dos veículos

O checklist consiste em uma lista com todos os itens do caminhão que devem ser verificados antes que o veículo saia para realizar uma entrega. Para uma gestão de manutenção eficaz, ele é indispensável.

Essa lista pode ser feita no computador e impressa, manualmente em um caderno ou com o uso de uma plataforma de checklist eletrônico.

Nela, são incluídos itens estrategicamente, conforme momento da inspeção e modelo do veículo. Geralmente, alguns itens em comum para todas as listas são pneus, faróis e itens de segurança.

Você pode planejar os checklists pensando em:

  • Modelos específicos e/ou muito diferente de veículos na frota (por exemplo, frotas que possuem caminhões e motos);
  • Verificações rápidas em rotas curtas/diárias da operação, os chamados “checklists de entrada e saída de veículos”;
  • Aspectos específicos do veículo, como itens voltados à parte mecânica ou elétrica do transporte.

Montando um cronograma

Tão importante quanto definir o meio que a inspeção é feita, é definir a frequência dela. Como você notou, existe um checklist diário, este é voltado para os itens cruciais do veículo que são utilizados todos os dias — normalmente, os que fazem rotas urbanas, mais curtas.

A verificação inclui os faróis, nível de combustível, itens de segurança, danos externos visíveis, entre outros. Inclusive, ele é utilizado na saída e chegada do veículo para ter maior controle sobre os motoristas também, identificando quando teve uma ocorrência e quem foi o responsável por tal.

De maneira geral, o cronograma precisa considerar dois fatores mais importantes: 

  1. a frequência de utilização do veículo; e
  2. a distância da viagem para a qual será utilizado.

Um veículo que é usado todos os dias, precisa do check diário. Um que é utilizado de uma a duas vezes na semana, pode passar por uma única inspeção semanal. 

Já um que é usado uma vez ao mês para viagens mais longas deve passar pela revisão completa, toda saída para viagem e retorno à operação — pode ser realizada também a inspeção deste a cada dia de parada para repouso do motorista, tanto na hora que termina sua viagem, quanto no momento em que retorna à rota.

Acompanhando os dados coletados e analisando os KPIs

Tudo o que for registrado em planilha ou no aplicativo de checklist de caminhão fica disponível para revisão do gestor de manutenção para entender se os seus planos de manutenção estão correspondendo à expectativa ou se precisam de melhorias.

O número de manutenções corretivas, os custos de manutenção por veículo e a quantidade de ocorrências por veículo são alguns indicadores úteis para gerar análises e conclusões que ajudem na sua gestão.

A comunicação constante com o gestor da frota é importante, visto que este possui uma visão mais ampla do funcionamento da operação como um todo e pode também gerar insights para novas ações nos planos de manutenção, em busca de resultados cada vez melhores.

Por que os planos de manutenção de veículos são necessários?

Para uma operação de transportes funcionar, ela depende dos seus veículos. Sendo assim, é fundamental que todos estejam em bom estado de funcionamento.

A manutenção evita:

  • Acidentes;
  • Altos custos na compra de peças novas;
  • Mão de obra cara;
  • Risco de perda de carga em paradas forçadas;
  • Atraso de entregas por falha mecânica.

Além disso, os caminhões possuem um alto custo de aquisição, assim como a reposição de suas peças. Por isso, é importante acompanhar sua estrutura e desgaste, a fim de encontrar os meios e providenciar o necessário para que sua vida seja prolongada ao máximo.


Quer uma ajuda para otimizar seus planos de manutenção? Conheça o Checklist Eletrônico Prolog App — o principal checklist do mercado voltado exclusivamente às frotas e operações de transporte.

Autor

Luiz Felipe

Sócio fundador e CTO na Prolog App

Leia também

Que tal receber conteúdos incríveis como estes e totalmente de graça?

Inscreva-se e reveba as melhores dicas e novidades para melhorar os seus resultados e de sua operação na gestão de sua frota.

O Prolog utiliza as informações de contato fornecidas à nós para informá-los de nossos produtos e serviços. Você pode deixar de ser inscrito a qualquer momento. Para saber mais informações de como ajustar suas configurações de privacidade, confira nosso “Termo de Uso” e nossa “Política de Privacidade”.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Além destes, temos outros materiais para te ajudar na gestão de sua frota.

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

Soluções

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança.

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.